Os Batismos e os Dons do Espírito Santo

Cada era existe um modelo de Mandamentos para Ysrael obedecer e cumprir, o batismo é um ritual que não foge da regra também.

Existem 3 tipos de Batismo:

  • Batismo nas Águas
  • Batismo do Espírito Santo
  • Batismo do Fogo

São 3 batismos diferentes, porém no tempo depois da morte do Messias, se fazia 2 batismos: o das Águas e o do Espírito Santo.

 

Vamos entender mais essa parte!
Nesse caso interpretaremos os 3 batismos em 3 pontos:

  • Demonstração pública de fé
  • Chuva Temporã e Serôdia
  • Expiação da Iniquidade

Batismo das Águas:

Antes do Messias vir em Carne, se fazia o batismo das águas como demonstração de fé na Salvação (Yahshua) que viria. Esse processo de batismo começou na travessia de Moisés com Ysrael no mar vermelho. O fato deles terem acreditado em Moisés e crido no Alahim de Isaque e Jacó, passaram pelo mar vermelho em direção ao Messias que viria no futuro.

“Então Moisés estendeu a sua mão sobre o mar, e Yahuah fez retirar o mar por um forte vento oriental toda aquela noite; e o mar tornou-se em seco, e as águas foram partidas.
E os filhos de Ysrael entraram pelo meio do mar em seco; e as águas foram-lhes como muro à sua direita e à sua esquerda”.
Êxodo 14:21,22

 

A partir de então, começaram a fazer i ritual do batismo como purificação pela aspersão:

“Mandará também o sacerdote que se degole uma ave num vaso de barro sobre águas vivas,
E tomará a ave viva, e o pau de cedro, e o carmesim, e o hissopo, e os molhará, com a ave viva, no sangue da ave que foi degolada sobre as águas correntes.
Então tomará pau de cedro, e o hissopo, e o carmesim, e a ave viva, e os molhará no sangue da ave degolada e nas águas correntes, e espargirá a casa sete vezes;
Assim expiará aquela casa com o sangue da ave, e com as águas correntes, e com a ave viva, e com o pau de cedro, e com o hissopo, e com o carmesim”.
Levítico 14:5,6,51,52

 

“Para um imundo, pois, tomarão da cinza da queima da expiação, e sobre ela colocarão água corrente num vaso.
E um homem limpo tomará hissopo, e o molhará naquela água, e a espargirá sobre aquela tenda, e sobre todos os móveis, e sobre as pessoas que ali estiverem, como também sobre aquele que tocar os ossos, ou em alguém que foi morto, ou que faleceu, ou numa sepultura.
E o limpo ao terceiro e sétimo dia espargirá sobre o imundo; e ao sétimo dia o purificará; e lavará as suas vestes, e se banhará na água, e à tarde será limpo”.
Números 19:17-19

 

Então surge João Batista já no tempo da Nova Aliança para fazer o batismo da remissão dos pecados, como algo que antecedia o Messias, e batizou o próprio Messias. Mas aqui precisamos fazer uma divisão, o João batizava todos pela remissão dos pecados, mas o Messias não tinha pecado, então ele não foi batizado pela remissão dos pecados, mas sim para receber o Espírito Santo do Pai diretamente do céu.

Então era basicamente assim, a pessoa era batizada com este pensamento:

-João está me batizando, porquê me arrependo de meus pecados e creio Naquele que virá e batizará com o Espírito Santo e com o Fogo.

Mas com o Messias era assim:

-João está me batizando porquê Eu Sou a Salvação prometida. Que o Espírito Santo desça sobre mim.

Então, o batismo sempre foi para a remissão dos pecados para todos, mas para o Messias foi uma porta para que Ele receba o Espírito Santo para cumprir toda a Justiça.

“Naqueles dias surgiu João Batista, pregando no deserto da Judéia.
Ele dizia: “Arrependam-se, porque o Reino dos céus está próximo”.
Este (João) é aquele que foi anunciado pelo profeta Isaías: ‘Voz do que clama no deserto’: ‘Preparem o caminho para Yah, façam veredas retas para Ele’ “.
As roupas de João eram feitas de pelos de camelo, e ele usava um cinto de couro na cintura. O seu alimento era gafanhotos e mel silvestre.
A ele vinha gente de Jerusalém, de toda a Judéia e de toda a região ao redor do Jordão.
Confessando os seus pecados, eram batizados por ele no rio Jordão.
‘Eu os batizo com água para arrependimento. Mas depois de mim vem alguém mais poderoso do que eu, tanto que não sou digno nem de levar as suas sandálias. Ele os batizará com o Espírito Santo e com fogo.
Ele traz a pá em sua mão e limpará sua eira, juntando seu trigo no celeiro, mas queimará a palha com fogo que nunca se apaga’.
Então Yahusha veio da Galiléia ao Jordão para ser batizado por João.
João, porém, tentou impedi-lo, dizendo: ‘Eu preciso ser batizado por ti, e tu vens a mim?’
Respondeu Yahusha: ‘Deixe assim por enquanto; convém que assim façamos, para cumprir toda a justiça’. E João concordou.
Assim que Yahusha foi batizado, saiu da água. Naquele momento os céus se abriram, e ele viu o Espírito de Yahuah descendo como pomba e pousando sobre ele.
Então uma Voz dos céus disse: “Este é o meu Filho amado, em Quem Me agrado””.
Mateus 3:1-6,11-17

 

Então todos batizavam nas águas antes do Messias vir, e durante a vida do Messias, mas também depois que o Messias foi morto no madeiro, todos os casos como declaração pública de fé no Messias e de arrependimento:

“E disse-lhes Pedro: Arrependei-vos, e cada um de vós seja batizado em nome de Yahusha ha’Mashyach, para perdão dos pecados; e recebereis o dom do Espírito Santo”
Atos 2:38

 

“(Porque sobre nenhum deles tinha ainda descido; mas somente eram batizados em nome de Yahusha ha’Mashyach)”.
Atos 8:16

 

“E mandou que fossem batizados em nome de Yah. Então rogaram-lhe que ficasse com eles por alguns dias”.
Atos 10:48

 

“E os que ouviram foram batizados em nome de Yahusha ha’Mashyach”.
Atos 19:5

 

Então podemos ver que o Batismo das Águas não é necessário para a Salvação, mas sim uma declaração pública de fé no Messias e de arrependimento dos pecados; e era feito antes, durante e depois do Messias. A Salvação é pela Fé e não por obras. E a Obra fazemos para ter um galardão maior, e não para ser salvo. Perceba as duas palavras: “obras” e “Obra”, obras são as ações, mas Obra (no singular) é a Obra de evangelização.

Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Yahuah.
Efésios 2:8

 

E Yahusha lhe disse: Vai, a tua fé te salvou. E logo viu, e seguiu a Yahusha pelo caminho.
Marcos 10:52

 

Então o batismo das águas (o primeiro tipo de batismo) é o batismo de demonstração pública de fé (nos pontos que coloquei no início do post).

Batismo do Espírito Santo:

Durante e após a morte do Messias era o tempo determinado de expansão do evangelho para os ysraelitas que se disseminaram pelo oriente e ocidente, os gentios, se fazia o batismo das águas como demonstração de fé, mas quando o Messias se foi, Ele deu o Espírito Santo para os Apóstolos como Chuva Temporã, e agora sim, vamos falar das chuvas espirituais!

Existem duas chuvas na Bíblia, a temporã e a serôdia. Na Torah de Moisés, os Ysraelitas aprenderam que a chuva temporã é a chuva que vem antes da época habitual, e a serôdia é a que vem depois da habitual. Então a temporã vem antes da época, e a serôdia vem depois da época.

“Então darei a chuva da vossa terra a seu tempo, a temporã e a serôdia, para que recolhais o vosso grão, e o vosso mosto e o vosso azeite”.
Deuteronômio 11:14

“E não dizem no seu coração: Temamos agora à Yahuah nosso Deus, que dá chuva, a temporã e a tardia, ao seu tempo; e nos conserva as semanas determinadas da sega”.
Jeremias 5:24

“Pedi à Yahuah chuva no tempo da chuva serôdia, sim, À Yahuah que faz relâmpagos; e lhes dará chuvas abundantes, e a cada um erva no campo”.
Zacarias 10:1

“E vós, filhos de Sião, regozijai-vos e alegrai-vos em Yahuah vosso Alahim, porque ele vos dará em justa medida a chuva temporã; fará descer a chuva no primeiro mês, a temporã e a serôdia”.
Joel 2:23

Essa é a Chuva Temporã e Serôdia física (histórica), agora vamos tratar da espiritual (profética). A Chuva Temporã profética é o período de metade da festa de Pentecostes, ou seja, o período de Atos dos Apóstolos, quando o Yahusha faz descer o Espírito Santo nos apóstolos para que possam batizar pessoas pelo Espírito Santo, além do batismo das águas. Com a Chuva Temporã, os apóstolos podem profetizar, falar em línguas, pegar em serpentes e beber veneno sem ter nenhum dano, eles basicamente viraram quase super-heróis:

“E, estando com eles, determinou-lhes que não se ausentassem de Jerusalém, mas que esperassem a promessa do Pai, que, disse ele, de mim ouvistes.
Porque, na verdade, João batizou com água, mas vós sereis batizados com o Espírito Santo, não muito depois destes dias.
Aqueles, pois, que se haviam reunido perguntaram-lhe, dizendo: Yah, restaurarás tu neste tempo o reino a Israel?
E disse-lhes: Não vos pertence saber os tempos ou as estações que o Pai estabeleceu pelo seu próprio poder.
Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra.
E, quando dizia isto, vendo-o eles, foi elevado às alturas, e uma nuvem o recebeu, ocultando-o a seus olhos.
E, estando com os olhos fitos no céu, enquanto ele subia, eis que junto deles se puseram dois homens vestidos de branco.
Os quais lhes disseram: Homens galileus, por que estais olhando para o céu? Esse Yahusha, que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir”.
Atos 1:4-11

“E, cumprindo-se o dia de Pentecostes, estavam todos concordemente no mesmo lugar;
E de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados.
E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles.
E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem.
E em Jerusalém estavam habitando judeus, homens religiosos, de todas as nações que estão debaixo do céu.
E, quando aquele som ocorreu, ajuntou-se uma multidão, e estava confusa, porque cada um os ouvia falar na sua própria língua.
E todos pasmavam e se maravilhavam, dizendo uns aos outros: Pois quê! não são galileus todos esses homens que estão falando?
Como, pois, os ouvimos, cada um, na nossa própria língua em que somos nascidos?
Partos e medos, elamitas e os que habitam na Mesopotâmia, Judéia, Capadócia, Ponto e Asia,
E Frígia e Panfília, Egito e partes da Líbia, junto a Cirene, e forasteiros romanos, tanto judeus como prosélitos,
Cretenses e árabes, todos nós temos ouvido em nossas próprias línguas falar das grandezas de Yahuah.
E todos se maravilhavam e estavam suspensos, dizendo uns para os outros: Que quer isto dizer?”
Atos 2:1-12

“Sede pois, irmãos, pacientes até à vinda de Yah. Eis que o lavrador espera o precioso fruto da terra, aguardando-o com paciência, até que receba a chuva temporã e serôdia”.
Tiago 5:7

E então, a partir da Chuva Temporã que os apóstolos receberam, agora eles poderiam batizar, além com o batismo das águas, com o Espírito Santo!

Então os apóstolos iam batizando nas águas em Nome do Messias e fazendo a imposição de mãos para transferir o Espírito Santo para as pessoas, então elas começavam a falar em línguas e profetizar:

 

“E sucedeu que, enquanto Apolo estava em Corinto, Paulo, tendo passado por todas as regiões superiores, chegou a Éfeso; e achando ali alguns discípulos,
Disse-lhes: Recebestes vós já o Espírito Santo quando crestes? E eles disseram-lhe: Nós nem ainda ouvimos que haja Espírito Santo.
Perguntou-lhes, então: Em que sois batizados então? E eles disseram: No batismo de João.
Mas Paulo disse: Certamente João batizou com o batismo de arrependimento, dizendo ao povo que cresse no que após ele havia de vir, isto é, em Yahusha ha’Mashyach.
E os que ouviram foram batizados em nome de Yahusha ha’Mashyach.
E, impondo-lhes Paulo as mãos, veio sobre eles o Espírito Santo; e falavam línguas, e profetizavam”.
Atos 19:1-6

 

Então podemos ver que o Batismo do Espírito Santo não é a habitação do Espírito Santo no corpo, mas sim a manifestação Dele no seu corpo, fazendo com que você não tenha somente os frutos do Espírito mas sim os Dons do Espírito!

Os Frutos do Espírito Santo temos somente pela habitação do Espírito Santo em nós, mas os Dons é a manifestação Dele na gente, para que tenhamos os poderes do Santo Espírito do Pai.

Mas precisamos entender que isso cessou, acabou, foi a chuva temporã, e agora temos os relatos desse evento, é a única coisa que sobrou, estamos no lapso de tempo da evangelização do Ysrael que se disseminaram pelo mundo, mas esse derramamento do Espírito Santo vai voltar para o Apocalipse na Igreja, e isso é a única coisa que você precisa entender para saber que os dons que os pentecostais demonstram, é na verdade um fenômeno da linguagem que a psiquiatria explica como “glossolalia”, todas as manifestações que os pentecostais demonstram são, na verdade, dirigidas por demônios. Veja o post sobre os falsos dons do Espírito Santo.

 

A Igreja recebe a chuva serôdia próximo da abertura do 1° Selo do Apocalipse, ou seja, próximo do Evento do Anti-Messias aparecer trazendo a Nova Era de paz e amor do qual sempre tenho falado, e então, passaremos do 1° ao 6° Selo ferindo a terra com pragas e eventos apocalípticos.

Então é certo dizer que hoje não somos batizados pelo Espírito Santo, mas seremos próximo ao 1° Selo do Apocalipse!

Hoje, no tempo depois do Messias onde o evangelho já foi expandido até para o ocidente, não precisamos mais do batismo das águas, apenas do batismo do Espírito Santo, porquê não é a mesma coisa, o batismo das águas é apenas um ritual público de fé, mas o batismo pelo Espírito Santo você recebe pela chuva serôdia, e ainda não está no tempo da chuva.

Batismo pelo Fogo:

No tempo do Apocalipse, estaremos sendo controlados pelo Messias pela rede chamada: Espírito Santo, então no tempo do 6° Selo do Apocalipse, na Sétima Trombeta e na Sétima Taça da Ira, o Messias volta, ressuscita a igreja e passa todo mundo pelo fogo consumidor e purificador de Yah, é o expiar da iniquidade, a festa da Expiação (Yom Kippur), e nós passaremos pelo fogo assim como a prata e o ouro é refinado, e então uns serão transformados e outros glorificados e resplandecerão como pura luz, e é nesse exato em que se completa os 1260 dias/42 meses/3 tempos e meio do Apocalipse, e as 70 semanas de Daniel fazendo assim:

  • O cessar da transgressão
  • Dar fim aos pecados
  • Expiar a iniquidade
  • Trazer a justiça eterna
  • Selar a visão e a profecia (Daniel)
  • E ungir o Santíssimo.

Essa unção do Santíssimo é o nosso corpo que será ungido quando passar pelo fogo. Como antes o Santíssimo era o Tabernáculo de Moisés, e depois o Templo de Yahuah que Salomão construiu, e com Messias passou a ser nosso corpo, agora podemos enxergar que o Tabernáculo e o Templo de Yahuah eram apenas sombras da realidade, que é o nosso corpo.

 

“E acontecerá em toda a terra, diz Yahuah, que as duas partes dela serão extirpadas, e expirarão; mas a terceira parte restará nela.
E farei passar esta terceira parte pelo fogo, e a purificarei, como se purifica a prata, e a provarei, como se prova o ouro. Ela invocará o meu nome, e eu a ouvirei; direi: É meu povo; e ela dirá: YAHUAH TZVAOT é o meu Alahim”.
Zacarias 13:8,9

 

“E os que forem sábios, pois, resplandecerão como o fulgor do firmamento; e os que a muitos ensinam a justiça, como as estrelas sempre e eternamente”.
Daniel 12:3

 

Então fogo descerá do céu na Vinda de Yah, é o fogo consumidor e purificador de Yah, o 1° estado da matéria: Plasma. Seremos batizados e glorificados para entrarmos no 7° Selo do Apocalipse, o 7° Dia, o Shabat de descanso, o 7° Tempo determinado por Yah, o Reino do Messias com o Tabernáculo de David restaurado!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.